Hannah Dakota Fanning (Conyers, 23 de fevereiro de 1994) é uma atriz norte-americana, ela é descendente de alemães, irlandeses, ingleses, franceses e islandeses. Seu pai, Steve Fanning, era jogador de beisebol e atualmente trabalha como empresário em Los Angeles. Sua mãe, Joy Fanning, era jogadora profissional de tênis. Ela queria colocar o nome “Hannah”, mas seu pai queria “Dakota”, então ficou Hannah Dakota Fanning, que ela usa entre amigos e família. Antes de ter a sua estreia no mundo cinemátografico, Fanning atuava dentro de casa. Ela era bem ativa para sua idade, por diversas vezes colocava um cobertor por baixo de sua blusa e fingia estar tendo um bebê, usando a sua irmã mais nova, Elle Fanning, que também é atriz, e já atuaram juntas em alguns filmes. Quando era mais nova, costumava a frequentar um teatro perto de sua casa, onde crianças que participavam apresentavam uma peça semanalmente para os seus pais, dentre elas, Fanning se destacou e chamou a atenção dos organizadores que logo aconselharam seus pais a procurarem um agente.

A família Fanning foi aconselhada a passar seis semanas em Los Angeles, muito longe de sua casa em Geórgia. Mas lá, Dakota conseguiu seu primeiro trabalho; estrelar um comercial nacional da Tide. Ela foi escolhida dentre muitas outras crianças.

Logo então, a família decidiu se mudar para LA permanentemente, pois parecia que a carreira de Dakota estava indo muito bem. Depois que eles se mudaram, a mesma assinou contrato com uma agência profissional, e logo ganhou um papel no filme Gatos Numa Roubada (2001). Ela então participou de um pequeno projeto chamado Father Xmas (2001) como Clairee.

Mas o grande avanço de Dakota ainda estava por vir. Ela fez audição para um dos personagens principais de Uma Lição de Amor (2001), e o diretor e o resto da equipe ficaram impressionados com seu talento extraordinário. Dakota foi escalada e estrelou o filme como Lucy Diamond Dawson, ao lado de estrelas de Hollywood como Sean Penn e Michelle Pfeiffer.

Depois de Uma Lição de Amor, seu talento foi reconhecido ao redor do mundo. Ela atuou em Encurralada (2002) como Abby Jennings, ao lado de Charlie Theron, então atuou como a versão mais nova de Reese Whiterspoon em Doce Lar (2002). Mas Dakota ainda tinha mais dois filmes para sair em 2002. Ela tinha um grande papel na série de Steven Spielberg, Taken (2002), narrando os 10 episódios, assim também como atuando, o que foi um pouco mais desafiador, já que ela estava interpretando uma criança alienígena problemática, mas ela conseguiu fazer brilhantemente. Seu último projeto de 2002 foi o filme infantil A Fábula Moderna de João e Maria como Kate.

2003 também foi um ano incrível para Dakota, ela estrelou em uma série de projetos interessantes. Primeiro como Sally Walden em O Gato, com Mike Myers. Logo então, atuou na comédia Grande Menina, Pequena Mulher, ao lado de Brittany Murphy, interpretando Lorraine “Ray” Schleine, uma menina mal-humorada. Depois fez a dublagem de Kim em Kim Possible: Um Passeio Pelo Tempo.

Em 2004, Dakota fez aparição em um filme de terror violento, Chamas da Vingança, ao lado de Denzel Washington. Recebendo críticas excelentes.

Em 2005 ela atuou em Questão de vida, interpretando a personagem Maria. Depois em O Amigo Oculto, ao lado de Robert De Niro. Até então, ela era a atriz mirim mais ocupada em Hollywood, com um currículo incrível. Sua irmã mais nova, Mary Elle Fanning (Elle Fanning), também foi “descoberta” poucos anos antes.

Depois de O Amigo Oculto (2005) veio Guerra dos Mundos (2005), que foi um dos maiores filmes que ela trabalhou. Isso não só a tornou mais popular, mas também pôde atuar como a filha do ator renomado de Hollywood, Tom Cruise. Eles tiveram quatro premieres de muito sucesso; primeiro em Tóquio, Japão, depois na França, logo após em Londres, Inglaterra e por último em Nova Iorque, EUA. As críticas foram excelentes, especialmente as de Dakota. Logo então ela fez a dublagem para o filme Lilo & Stitch 2: Stitch Deu Defeito (2005).

FILMOGRAFIA COMPLETA | CURIOSIDADES.